Notícia

JUCEAL

Junta Comercial do Estado de Alagoas
Segunda, 13 Dezembro 2021 13:42

Com realidade cada vez mais digital, Juceal faz balanço sobre ações promovidas em 2021

Última reunião plenária do ano, realizada nesta segunda, contou também com discussões sobre a perspectiva do órgão para o próximo ano

Texto de Hotton Machado

O ano de 2021 para a Junta Comercial do Estado de Alagoas (Juceal) foi um período de efetivação como órgão com funcionamento totalmente online e esse foi o ponto central de discussões na última reunião plenária realizada nesta segunda-feira (13), na sede da entidade, situada no bairro Pinheiro, em Maceió.

 

Formada pelo colégio de vogais da Juceal, que é composto por representantes de dez entidades, a reunião mensal tem como intuito prosseguir com as funções deliberativas do vocalato. Partindo das propostas feitas pelo presidente Carlos Araújo, foi pensado em um desenvolvimento maior do órgão para 2022, agora, focado na parte estrutural e com mudanças internas a fim de otimizar os serviços online.

 

Os principais serviços e as suas melhorias foram listados pelo presidente ao citar as ações promovidas neste ano em prol do registro e do licenciamento empresarial, como define a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim).

 

Em 2021, a Juceal lançou a extinção automática - possível graças à geração do distrato pelo próprio Portal Facilita Alagoas -, a atendente virtual chamada Ju, a consulta prévia automática e a assinatura avançada, que substitui a necessidade de utilização do certificado digital para a entrada de processos empresariais.

 

Além dessas ações quanto ao registro, o presidente citou a realização do Encontro Nacional de Presidentes das Juntas Comerciais, a retirada da necessidade de licenciamento por parte do microempreendedor individual (MEI) e a nova interface do Facilita Alagoas como realizações focadas no desenvolvimento do ambiente de negócios no estado, objetivo maior da Juceal para os próximos anos.

 

“Pela evolução da tecnologia, pela necessidade do ranking da Redesim e do que é previsto pelo Doing Business, a gente tinha como proposta o fim do atendimento presencial e a efetivação da entrada digital. Com tudo que aconteceu, nós estávamos praticamente prontos e  Alagoas se destacou pela velocidade dessas ações. Quando a gente atende uma reclamação, a gente corrige para que ela não volte a acontecer. É aquilo que sempre digo: foco no cliente, que a resolução sai. Prova disso é o tempo de um dia e onze horas para o registro de negócios, que foi divulgado no último relatório do Governo Federal”, destacou o presidente ao citar também o relatório Doing Business, feito pelo Banco Mundial.

 

Presente na reunião, o vogal Pedro Irineu também mencionou a facilidade do ponto de vista interno com a evolução do serviço digital: “Depois que a gente passou a analisar o processo virtualmente, não tem demorado tanto tempo com a pauta. Antes era muito mais moroso o prazo, porque tínhamos que vir à Junta, agora a gente recebe a pauta no dia anterior. Isso deu uma velocidade muito maior no processo e podemos reduzir ainda mais esse tempo.”

 

O encontro, que aconteceu de forma híbrida, com vogais presentes na sede e por videoconferência, também prestou homenagem ao antigo vogal Paulo Braga, que faleceu neste ano.