Notícia

JUCEAL

Junta Comercial do Estado de Alagoas
Sexta, 12 Julho 2019 15:37

Juceal recebe visita técnica de representantes sergipanos para tratar sobre teletrabalho

Encontro aconteceu nesta sexta (12), na sede do órgão alagoano, em Maceió

Texto de Hotton Machado

Referência nacional em relação às ações implantadas para desenvolvimento do registro e do licenciamento de negócios, a Junta Comercial do Estado de Alagoas (Juceal) recebeu, nesta sexta-feira (12), representantes da Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese). O teletrabalho utilizado na análise de processos empresariais foi a pauta do encontro.

 

Promovida na sede do órgão alagoano de registro, em Maceió, a visita técnica destrinchou as particularidades do fluxo processual dentro da Juceal e a utilização do teletrabalho durante necessidades internas e externas, considerando logística do quadro de servidores e produção de relatórios.

 

Desde 2015, por meio de resolução plenária, a Juceal possui o regime de teletrabalho, que, dentre outras coisas, permite a opção pelas análises colegiadas e singulares fora das dependências do órgão, com produtividade de 15% a mais, atenção às convocações via telefone e e-mail, e monitoramento feito pela assessoria de qualidade.

 

Durante a reunião, o presidente da Juceal, Carlos Araújo, ressaltou que, independentemente do regime adotado na análise, o objetivo é não prejudicar a saída do processo, que, no órgão, tem prazo de até 48h.

 

“As Juntas Comerciais devem ter sempre uma visão para o futuro. O que aconteceu aqui desde 2015, também teve uma participação dos outros estados por essa troca de informações. Quando o cliente dá entrada ao processo, ele pagou por aquele serviço e quer algo bem feito. Então se a gente foca no cliente, a solução aparece”, frisou.

 

Na visita, foi ministrada apresentação pelo gerente da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) em Alagoas, Edmundo Lins Filho, que ressaltou que, somente com a implantação do sistema de fluxo totalmente online - o Junta Digital -, foi possível o estabelecimento do teletrabalho e outras ações, como o Juceal Express e a entrada digital de processos.

 

 

Presente no encontro, o presidente da Jucese, Marco Freitas, revelou que a experiência em como ocorreu a implantação do teletrabalho na Junta Comercial alagoana servirá para adaptar o funcionamento das análises do órgão sergipano para mais uma ação em relação à entrada online.

 

“A partir de 1º de setembro, iremos colocar a entrada somente online para cada natureza jurídica. Iremos fazer caravanas em parceria com CRC entre julho e agosto para conscientizar sobre a importância do certificado digital, a sua utilidade e a sua segurança”, detalhou.

 

Participaram do encontro, ainda, o vice-presidente da Juceal, Fábio de Lima, o secretário-geral da Juceal, Edvaldo Maiorano, o secretário-geral da Jucese, Alex de Jesus Souza, entre outros.