Notícia

JUCEAL

Junta Comercial do Estado de Alagoas
Sexta, 04 Dezembro 2020 15:48

Maceió completa 205 anos com índice de mais de 98 mil empresas com registro ativo Destaque

Dados são divulgados pela Juceal, órgão alagoano de registro empresarial

Texto de Hotton / Foto: Sedetur

Maceió completa 205 anos de história neste sábado (05). A história bicentenária da capital alagoana passa também pela criação de empresas e pelo desenvolvimento desses negócios, representando um alicerce econômico para todo o estado. Hoje Maceió conta com 98.379 empreendimentos com registro ativo, o que representa 47,1% do total encontrado em Alagoas.

 

Esses dados são divulgados pela Junta Comercial do Estado de Alagoas (Juceal), órgão alagoano responsável pelo registro empresarial, que promoveu um estudo sobre as particularidades dos negócios instalados na capital alagoana.

 

Do total de empresas, 63.002 são microempreendedores individuais (MEIs). O MEI é um tipo empresarial caracterizado por ter faturamento anual até 81 mil, possuir apenas um funcionário de carteira assinada e por o empresário não poder participar de outra empresa como sócio ou titular.

 

O restante do quantitativo de Maceió é composto por 20.827 microempresas - negócios com renda bruta anual inferior ou igual a R$ 360 mil -, 6.394 empresas de pequeno porte - negócios com renda bruta anual superior a R$ 360 mil e inferior a R$ 4,8 milhões – e 8.157 negócios considerados sem porte.

 

Quando analisadas as seções de atividades econômicas, os maiores números são encontrados nas empresas que possuem o comércio como a atividade principal (39.030), seguidos por alojamento e alimentação (10.903); indústrias de transformação (8.598); outras atividades de serviço (8.015); atividades administrativas e serviços complementares (5.575); atividades profissionais, científicas e técnicas (5.376); e construção (5.173).

 

O estudo também traz uma lista de bairros com maiores densidades empresariais, que é composta por Cidade Universitária (7.439), Tabuleiro do Martins (7.374), Jatiúca (6.635), Benedito Bentes (6.084), Jacintinho (5.658), Centro (5.494), Farol (3.838), Clima Bom (3.710) Poço (3.390) e Serraria (3.183).

 

Mesmo com a pandemia, Maceió continuou sendo a cidade com maior número de aberturas empresariais no estado. Somente neste ano, 13.723 novos empreendimentos foram registrados na capital alagoana.

 

Além de órgão alagoano de registro, a Juceal é a entidade responsável pela administração da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim) no estado, que tem como interface o Portal Facilita Alagoas.